O Grupo Mulheres do Brasil inicia hoje sua agenda de atividades do ano com a primeira reunião Portas Abertas, em sua sede, na Rua Tomás Carvalhal, 681, São Paulo, para receber novas integrantes e interessadas em conhecer mais sobre o movimento, seus propósitos e frentes de atuação.

As reuniões ocorrem em três turnos, manhã, tarde e noite, e são conduzidas pela presidente do grupo, Luiza Trajano, pela vice-presidente, Sonia Hess, e pelas líderes dos comitês temáticos.  Aproximadamente, cerca de 600 mulheres participam deste primeiro Portas Abertas, que tem um público recorde em sua história.

O grupo de voluntárias reúne atualmente mais de 23 mil mulheres espalhadas pelo Brasil e também no exterior. Segundo Luiza Helena Trajano, presidente do Grupo Mulheres do Brasil, a proposta é construir um Brasil melhor a partir do protagonismo feminino.

“Com esse propósito, atuamos em causas sociais, políticas e econômicas, apoiando projetos já existentes e criando iniciativas que promovam a transformação do nosso país. Somos suprapartidárias, visamos o bem comum e pensamos o Brasil como um todo”, explica a presidente.

Ainda de acordo com Luiza, determinados valores são a essência da organização.

“Reafirmamos constantemente nossos valores: agir com leveza, dar aconchego, ter atitude de ser meu, fazer acontecer, promover impacto social e buscar diversidade. Somos éticas acima de tudo”, ressalta.

Saiba como participar neste link.