Na madrugada do último domingo (1/9), São Paulo presenciou uma cena de xenofobia sem precedentes no país.

Um bar, restaurante e centro cultural palestino, em São Paulo, foi atacado por pessoas munidas de gás de pimenta, garrafas e faca, com a intenção de intimidar e afugentar essa comunidade de refugiados da cidade.

O Comitê de Inserção de Refugiados do Grupo Mulheres do Brasil manifesta seu repúdio às ações de intolerância e exigirá a investigação e a punição dos culpados, segundo os termos da lei. Ainda reitera que continuará trabalhando para promover os valores fundamentais de respeito, igualdade e diversidade para construir uma sociedade com a presença e convivência de todas as culturas.