Por Jamile Coelho e equipe do Comitê de Saúde

Juntamente com a Fátima Macedo, fizemos uma abordagem de saúde mental e educação emocional, buscamos valorizar muito o professor da educação infantil, mostrando a importância do vínculo afetivo na primeira infância.

Jamile Coelho e Fátima Macedo palestram na Jornada Pedagógica – Foto: Divulgação

Após esta experiência, acredito que o CEU (Centro Educacional Unificado), nas múltiplas atividades que oferece, faz jus a este nome. Vimos e ouvimos pelas explicações de uma diretora do DRE Campo Limpo que lá dentro tem entre outras inúmeras opções: uma linda e bem equipada biblioteca aberta a toda a comunidade, cursos de todo tipo como, por exemplo, o de braile, oferece a UniCeu,  universidade com cursos de pedagogia e matemática, entre outras inúmeras atividades que acontecem para alunos no contraturno da escola.

A diretora do CEU Campo Limpo foi para a cozinha e fez um delicioso almoço e é uma pessoa de uma delicadeza e capacidade de empatia únicas. As experiências foram marcantes e a descoberta do que o sistema público foi uma surpresa impactante.

Foto: Divulgação

O CEU é algo que todos nós precisamos conhecer. E isto faz parte da periferia da cidade que é mostrada na mídia só com o foco na violência. Em um lugar como este você vê pessoas dedicadas, que trabalham com amor, com uma multiplicidade de opções culturais e um esquema de funcionamento muito bom.

Encerramos o dia com um sentimento de gratidão profunda por poder contribuir de forma tão significativa na vida desses professores! Este país tem tudo para se transformar a partir da conscientização e da valorização das pessoas.