O Grupo Mulheres do Brasil entrou no roteiro global de incentivador da programação da Ciência e Tecnologia para meninas, com a participação na Hora do Código (Hour of Code) , uma ação global que acontece mundialmente no início de dezembro.

Em São Paulo, um grupo de aproximadamente 20 voluntárias atenderam 70 adolescentes de 11 a 16 anos, das escolas públicas Odair Mandela, Castro Alves, Genésio de Almeida Moura e Senador Teotônio Vilela, com palestras e workshops de iniciação científica, sobre os fundamentos básicos da ciência da computação.

Segundo Anna Figueira, uma das coordenadoras da ação, a proposta era despertar o interesse nas jovens por tecnologia de forma criativa. “Temos o desafio de estimular as meninas a entrar nesse mercado, pois em muitas escolas desse segmento não existem matrículas, sobram vagas”, explica.

Ela ressalta ainda a importância da inclusão digital. “É uma oportunidade para que essas adolescentes comecem seu percurso tecnológico digital, se inserindo como cidadãs e como futuras profissionais que vão lidar com essas ferramentas”, diz Figueira.

A Hora do Código acontece em dezembro em homenagem à data de nascimento da almirante  da marinha estadunidense Grace Murray Hopper, 9 de dezembro de 1906, pioneira da computação, que desenvolveu uma linguagem de programação chamada Cobol.