Segundo estimativas da Organização Internacional do Trabalho (OIT), o PIB mundial seria 26% maior se homens e mulheres ocupassem as mesmas posições no mercado de trabalho e ganhassem salários iguais. De acordo com o Fórum Econômico Mundial, se não houver mudanças, em âmbito mundial levará mais de 200 anos para alcançar a igualdade salarial entre homens e mulheres, com impactos negativos para toda a sociedade, principalmente na economia. Reduzir a desigualdade de gêneros continua a ser um dos maiores desafios do mundo contemporâneo

Para ampliar o diálogo sobre o assunto, o Facebook realizou uma live em sua página #ElaFazHistória, na manhã de hoje, com Luiza Helena Trajano, presidente do Grupo Mulheres do Brasil e do Conselho Administrativo do Magazine Luiza, Adalgisa Soares, da ONU Mulheres Brasil, e Soraya Santos, deputada federal. Com a mediação de Andréa Leal, gerente de políticas públicas do Facebook, elas dialogaram sobre quais os caminhos para se atingir a igualdade de gênero e os impactos que podem gerar na economia do país.

Confira abaixo o bate-papo na íntegra:

O #ElaFazHistória convida Luiza Helena Trajano, da Magazine Luiza; Adalgisa Soares, da ONU Mulheres Brasil; e a Deputada Federal Soraya Santos para uma conversa sobre como a igualdade de gênero pode gerar impacto econômico nos países. Acompanhe e compartilhe. #ElaFazHistória #SomosPotência

Publicado por Grupo Mulheres do Brasil em Sexta-feira, 29 de março de 2019