*Texto enviado por Vanda Maeda, do Grupo Mulheres do Brasil Núcleo Londres

Morar fora do país de origem, estar longe da família e dos amigos podem gerar a sensação de solidão e até desamparo.

Ter que lidar com as barreiras da língua e da cultura, além do tempo que se leva até criar vínculos ou mesmo uma rede de apoio, pode levar tempo.

Muitas vezes, essa suscetibilidade acontece pela pura falta de informação.

Com o propósito de disseminar informação e oferecer apoio, no início de novembro, durante a I Conferência da Mulher Brasileira no Reino Unido, o Comitê Direitos da Mulher, do Grupo Mulheres do Brasil Núcleo Londres, lançou a “Cartilha da Mulher Brasileira no Reino Unido”, em formato digital.

A I Conferência da Mulher Brasileira no Reino Unido, contou com a participação da presidente do Grupo Mulheres do Brasil, Luiza Helena Trajano, do cônsul geral do Brasil na Inglaterra, Tarcísio Costa, e de algumas das principais instituições de Apoio e Proteção à mulher brasileira em território britânico.

Com o slogan: “Você não está sozinha” – #vocenaoestasozinha, a Cartilha da Mulher Brasileira no Reino Unido foi desenvolvida ao longo dos meses da pandemia, para levar informações que toda mulher brasileira precisa saber, sobretudo quando estiver fora de seu país.

O que você encontra neste guia:

  • O que fazer em uma situação de emergência
  • O que é Violência Doméstica, como saber se você sofre abuso, qual o ciclo da violência e o teste do Violentômetro
  • Como traçar um plano de segurança, como montar um kit emergência, como formar uma rede pessoal de apoio
  • Qual a melhor forma de proteger seus filhos, o que é o ´will´ e como fazê-lo
  • Lista de instituições que dão suporte e atendimento à mulher brasileira, inclusive em língua portuguesa (psicológico, jurídico, refúgio etc)
  • Seção de perguntas e respostas

Temos em nossas mãos as condições de formar uma corrente poderosa de mulheres contra a Violência Doméstica.

A informação, o apoio e a sororidade podem salvar vidas.

Faça agora o download da sua Cartilha da Mulher!

Compartilhe com o maior número de mulheres que puder. Espalhe essas informações sem moderação.