Em setembro, somos presenteados com os mais ricos matizes, diferentes perfumes, e uma beleza imensurável. É a chegada da primavera, que reinstala a alegria e o colorido, depois de um período de recolhimento e introspecção proporcionados pelo inverno.

Em tempos em que reflorestar é uma questão humanitária e de sobrevivência, o Grupo Mulheres do Brasil Núcleo Franca está espalhando o verde pelo município, com uma ação do Comitê Verdejar, que está dando não apenas uma nova cor à cidade, mas também estimulando a conscientização ambiental em seus moradores: o Verdejar.

Desde o início das atividades, há quase três anos, mais de 1.000 mudas foram plantadas na cidade pelas 50 voluntárias do Grupo, outras 1.200 foram doadas para a população. “Junto com a muda, entregamos um certificado de adoção, e a família é convidada a dar nome ao ‘bebê’. A cada muda que plantamos, colocamos uma etiqueta lembrando que ‘esta é uma em 1 milhão’ e ensinando todos os cuidados necessários para o crescimento saudável da muda”, explica Elaíse Maria de Mello Barbosa, coordenadora do Verdejar.

Cada muda recebe a etiqueta “uma em 1 milhão” – Foto: Divulgação

Ao longo deste ano, o objetivo é reflorestar uma mata ciliar dentro de Franca, um projeto ousado. “Queremos atingir a meta de quase 4.000 mudas plantadas em todos os bairros do município”, ressalta Elaíse.

A proposta do Verdejar não está somente em plantar árvores, mas também na educação ambiental de crianças e adultos. “Antes da plantação, fazemos o trabalho de divulgar e ensinar para a população qual é a importância da arborização urbana. Após este processo, plantamos as mudas em lugares em que sabemos que serão cuidados e regados com muito amor”, diz Maria Lídia Borges Machado, vice coordenadora do Verdejar.

Os locais escolhidos para as plantações são escolas, creches, igrejas, praças e as próprias calçadas dos moradores. “São lugares que irão florir o ano todo, seja no coração das pessoas ou para o bem da cidade, pois, afinal, as plantas respiram retirando gás carbônico da atmosfera, contribuindo também para melhorar a qualidade do ar”, destaca Elaíse.

Conscientização ambiental com crianças em escolas e creches – Foto: Divulgação

Imagina um futuro sem árvores? Nem pensar… Plantar uma árvore hoje garante que as próximas gerações sobrevivam. Por isso, o projeto do Grupo Mulheres do Brasil Núcleo Franca pretende atingir a marca de 1.000.000 de árvores plantadas. O cenário vai além das estatísticas do município, pois a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que as cidades tenham, no mínimo, uma árvore por munícipe, mas o ideal é que disponham de 36 m² de área verde por habitante, ou seja, três árvores por morador, já que cada árvore equivale a 12 m².

“Hoje, Franca tem, aproximadamente, 350 mil habitantes e apenas 51 mil árvores contabilizadas nas ruas, avenidas, praças e parques. Queremos mudar esses números e arborizar a ‘Franca do Imperador’”, alerta Maria Lídia.

Segundo Eliane Sanches Querino, líder do Grupo Mulheres do Brasil Núcleo Franca, o Verdejar integra e conscientiza a sociedade em torno de um tema de extrema importância. “Estamos cuidando do futuro do planeta. Nosso projeto está em consonância com o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU número 15 que objetiva ‘proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade’, conclui Eliane Querino.

Luiza Helena Trajano, entre as voluntárias do Verdejar, participando do primeiro plantio – Foto: Divulgação

Por Laura Scarpelini