Doze brasileiras que atualmente vivem na França tiveram a oportunidade de visitar um museu pela primeira vez, na segunda-feira, dia 25 de março, em Paris, por meio de um projeto do Grupo Mulheres do Brasil Núcleo Paris, que prevê uma visita mensal guiada a espaços culturais.

As visitantes entre o artista Louis-Cyprien Rials

Elas conheceram o belo edifício histórico Palais de Tokyo, onde aprenderem sobre arte contemporânea com as exposições “Amalgam” e “Au bord de la route de Wakaliga”, do artista Louis-Cyprien Rials, que estava no local e dialogou com as participantes sobre as inspirações e os sentidos do seu trabalho.

Para Flávia Legnaioli, uma das organizadoras da ação e voluntária do Grupo Mulheres do Brasil Núcleo Paris, que acompanhou a equipe, arte é uma linguagem comum que integra.

“Não foi uma simples visita. Essas mulheres passaram pela experiência de conhecer dois trabalhos de arte contemporânea que abordam temas como racismo, diferenças culturais e diversidade, que são familiares e comuns a todas nós. E puderam dialogar sobre isso depois”, explica Flávia.

A visita foi um aprendizado sobre arte contemporânea

A historiadora da arte, Leilane Do Couto, que também monitorou o evento, ressalta a importância de a arte estar ao alcance de todos.  “A participação das mulheres nessa exposição, sobre o tema ‘sensible‘ foi de uma troca incrível. Mostrou o olhar atento delas pelos contrastes ao nosso redor, provocados pelos encontros culturais que são sempre imprevisíveis. Elas puderam se questionar e sair dali com a certeza de uma mudança, daquelas que sentimos, mas não vemos, e que somente a arte pode nos proporcionar”, conclui.

A próxima visita cultural será na Biblioteca Nacional Francesa, dia 24 de abril, com a exposição Le Monde en Sphéres (o mundo em esferas). Quem estiver interessado em participar pode se inscrever pelo e-mail mulheresdobrasilparis@gmail.com .