Um convênio assinado entre o Núcleo Fortaleza do Grupo Mulheres do Brasil e o Governo do Estado – Superintendência do Sistema Estadual de Atendimento Socioeducativo (Seas),  viabilizou o Projeto Botão de Rosa, já começou a capacitar dez jovens do Centro Socioeducativo Aldaci Barbosa, com o objetivo de preparar e profissionalizá-las para o retorno à sociedade e reinserção no mercado de trabalho.

Serão seis meses de aulas que ocorrerão semanalmente, com atividades que incluem acompanhamento sociopsicológico, educacional, profissionalizante, cultural e artístico, seguindo as recomendações do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

De acordo com Annette Reeves de Castro, líder do Grupo Mulheres do Brasil em Fortaleza, o projeto fortalece a autoestima das participantes, além de somar ao trabalho que já é desenvolvido na instituição. “Estamos reforçando nessas meninas todo o potencial que elas têm e que podem utilizar e resgatar para a vida, e, assim, agregando ao trabalho que já é desenvolvido no Centro Socioeducativo. Esse é o nosso papel como cidadãos atuantes”, diz Annette.