O Grupo Mulheres do Brasil assinou, em 31 de outubro, em Atibaia-SP, um Protocolo de Intenções com o Conselho da Mulher Empreendedora e da Cultura da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo – FACESP, para fomentar o empreendedorismo e o desenvolvimento dos micro e pequenos negócios em todo o Estado de São Paulo.

Ana Cláudia Cotait, presidente do Conselho da Mulher Empreendedora, ao lado de Marisa Cesar e Luiza Helena Trajano, no momento da assinatura do Protocolo de Intenções – Foto: Divulgação

Por meio do acordo, a FACESP integrará o Grupo Mulheres do Brasil à sua rede e estrutura de filiadas, que compreende 420 Associações Comerciais no Estado. Ainda, graças à parceria, as associadas do Grupo terão acesso a todos os cursos gratuitos e pagos do Programa FACESP/Mulheres do SEBRAE que atendam aos seguintes públicos de mulheres: CLTs, Jovens, do lar, empreendedoras, empresárias, líderes, idosas (60+), Inovadoras, vulneráveis e mães. Que serão alocadas em 4 pilares de atuação:

1º Mulheres em situação de vulnerabilidade social;

2º Mulheres com negócios em estágio inicial (PF);

3º Empresárias (MEI, ME e EPP); e

4º Mulheres com negócios ou ideação voltados à tecnologia e inovação.

Segundo Marisa Cesar, CEO do Grupo Mulheres do Brasil, o acordo vai beneficiar todos os Núcleos Regionais no Estado de São Paulo. “Com esse acordo de cooperação institucional, estamos promovendo um intercâmbio de informações e levando às empreendedoras e microempreendedoras uma série de facilidades que irão impulsionar seus negócios, como cursos, desenvolvimento de projetos, dentre outras ações”, explica Marisa.

 Prêmio Tarsila do Amaral

Na ocasião, o Conselho da Mulher Empreendedora e da Cultura homenageou a presidente do Grupo Mulheres do Brasil, Luiza Helena Trajano, com a outorga do Prêmio Tarsila do Amaral, pela sua “capacidade de empreender, criar e multiplicar o empreendedorismo feminino no Brasil. Seu trabalho hoje reconhecido mundialmente traz às mulheres empreendedoras o exemplo de capacidade e amor ao que faz. O Prêmio Tarsila do Amaral visa promover o empreendedorismo feminino implementando e fomentando a motivação necessária para o desenvolvimento enquanto cidadã e inspiração enquanto empreendedoras”, texto impresso no quadro com uma gravura da obra Abaporu, de Tarsila do Amaral e lido por Alfredo Cotait Neto, presidente da FACESP.

Luiza Helena Trajano, entre lideranças do Grupo Mulheres do Brasil, e o Prêmio Tarsila do Amaral – Foto Divulgação

Para Luiza, o momento foi de ressaltar o espírito de união. “Juntas somos mais fortes, o mundo mudou, se a gente não se juntar, independente de concorrência, não conseguiremos vencer. Agradecemos à FACESP, eu tenho certeza que juntando essa mulherada com propósito seremos mais fortes. Temos que continuar lutando sempre”, concluiu a executiva.