As formas mais efetivas e sustentáveis de promover a transformação na vida dos cidadãos é oportunizar a capacitação e a independência financeira. Esse é o propósito das ações do Comitê de Empreendedorismo do Grupo Mulheres de Brasil, inspirar o ambiente de transformação, criar parcerias estratégicas, engajar para o trabalho voluntário, compartilhar competências e ampliar a dignidade das mulheres em situação vulnerabilidade.

O projeto “Pintando Oportunidades”, foi idealizado buscando criar esse ambiente de transformação e oportunidade para as mulheres do Distrito Federal assumirem o seu papel como protagonistas das suas histórias, profissionais e familiares, por meio do curso de pintura imobiliária.

O programa foi desenvolvido em 200 horas – Foto: Divulgação

A empresária e participante do Comitê de Empreendedorismo Aline Frota, CEO da MisterCryl Tintas, idealizou o projeto que logo foi abraçado pela coordenação do Comitê. Em poucas semanas, a proposta saiu do papel e passou a ser apresentada para importantes parceiros como SENAI, Sebrae e empresários locais para estruturação e viabilidade.  A iniciativa é voltada para mulheres que estão fora do mercado de trabalho e que consideram o empreendedorismo a oportunidade de retomar o controle da sua vida. O curso foi desenvolvido em 200 horas e proporcionou a capacitação para as participantes atuarem como pintoras profissionais no setor da construção civil.

O Comitê Empreendedorismo e o Comitê Social do Grupo Mulheres do Brasil Núcleo Brasília trabalharam de forma conjunta e reuniram vários apoiadores. O local escolhido pelo projeto para realização do piloto foi a Cidade Satélite de São Sebastião, por apresentar estatísticas de maior vulnerabilidade social e ocorrência de violência doméstica. A seleção das alunas foi coordenada pela Ação Social do Planalto (ASP) e a Promovida e Creche Oásis, todas localizadas na cidade satélite de São Sebastião-DF. O local onde foi sediado o curso, nesta primeira edição teve a colaboração da empresa Coqueiro Materiais de Construção, disponibilizando o espaço e infraestrutura. E a própria empresária Katia Limp, acompanhou e apoiou durante todo o período a realização do piloto.

O curso é de nível técnico, registrado no Código Brasileiro de Ocupações com profissão devidamente regulamentada. O mercado de Brasília carece de profissionais na área que, atualmente, é totalmente dominado pelos homens.  O mercado potencial para mulheres com capacitação técnica é relevante e tem um diferencial competitivo, pois elas apresentam maior sensibilidade para o acabamento, organização e limpeza do ambiente de trabalho, dedicação e compromisso com o serviço prestado.  Elas são perfeccionistas e os consumidores têm carência de bons serviços prestados, principalmente os de pintura.

As novas pintoras profissionais – Foto: Divulgação

A conclusão do curso piloto e formatura foi realizada no dia 29 de julho, ocasião em que as participantes receberam seus certificados e um kit para iniciar sua vida empreendedora como pintoras profissionais, com as rédeas da sua vida!

Por Grupo Mulheres do Brasil Núcleo Brasília