O evento, promovido pelo Grupo Mulheres do Brasil Núcleo Alemanha, por meio do Comitê de Cultura, aconteceu no dia 24 de setembro, na galeria Fils Fine Arts, em Düsseldorf, e teve como palestrante a brasileira Danuzza Mendonça, que vive na Alemanha há 27 anos. Nascida em Minhas Gerais e formada em letras pela UFMG, ela compartilhou com o público a sua experiência em outro país e contou como aprendeu a integrar-se em uma cultura totalmente diferente.  

Danuzza coordena o departamento de línguas da Volkshochschule (Instituto de ensino popular) de Bocholt, cidade onde mora e criou vínculos de amizade com alemães e brasileiros, amigos que conquistou ao longo de sua trajetória na Alemanha.  

Viver em outro país proporcionou a Danuzza inúmeras experiências, conforme ela detalhou para os participantes da palestra, desde sua chegada, a adaptação na sociedade germânica e o choque cultural. Dentre os fatos relatados, a palestrante citou que o maior choque de cultura que sofreu foi dentro do próprio país, nos dois anos que viveu em Salvador, na Bahia. Aproveitando a deixa, ela pediu que a sociedade reflita melhor sobre a diversidade cultural, de uma forma mais abrangente e livre de “pré-conceitos”.

A oferta cultural na Alemanha é um dos pontos que Danuzza vê como uma porta de entrada para a integração, além de uma oportunidade de poder aprender e entender os costumes do povo. Explanou também sobre a importância do contato social, pois, segundo ela, “é uma forma de explicar a sua própria cultura e tornar mais leve a chegada em um novo território”. Ela não tem medo da autocrítica. Pelo contrário, considera que a análise do próprio comportamento é um fator fundamental para o crescimento pessoal e a integração em um país estrangeiro.

Foto: Divulgação

Ao final da palestra, Danuzza recomenda alguns livros de sua biblioteca pessoal sobre o tema integração. A palestrante apresentou ao público fotos pessoais desde a infância até os dias de hoje, além de convidar todos a exercitarem a autocrítica e refletir sobre a interculturalidade.